Palestra de Leandra Migotto Certeza

A jornalista Leandra Migotto Certeza, jornalista de São Paulo, foi convidada pelo grupo MATAV para apresentar a palestra “Acessível para quem?: O papel dos profissionais de comunicação em busca de uma mídia realmente inclusiva” no módulo de Especialização “Linguagem, Cultura e Mídia”, ministrado pela docente Profa. Dra. Lucinéa Villela. A palestra ocorreu no dia 21 de outubro com participação dos alunos do curso de Lato Sensu.

Durante a palestra, a jornalista e blogueira, que nasceu com uma deficiência rara conhecida como “ossos de cristais”, contou de forma descontraída sua trilha para se formar em Jornalismo e atuar profissionalmente em revistas segmentadas. Houve grande participação dos discentes nas duas horas de bate papo com Leandra.

Sua batalha de décadas desde sua infância até ser reconhecida no meio profissional serve de exemplo para todas as pessoas com deficiência que possuem um sonho de cursar uma universidade e seguir a profissão de seus sonhos.

Além da palestra, a jornalista também deu duas entrevistas na TV UNESP.

leandra

.

Livro: Recursos de acessibilidade aplicados ao ensino superior

185cientoochentaycinco

Capa-Acessibilidade_Laranja

Desde 2014, faço parte da pesquisa em rede “ACESSIBILIDADE NO ENSINO SUPERIOR: da análise das políticas públicas educacionais ao desenvolvimento de mídias instrumentais sobre deficiência e inclusão” financiada pela CAPES e que está inserida no Programa Observatório em Rede (OBEDUC).

Em 2015 começamos a organizar um livro cuja temática tem como enfoque recursos de acessibilidade aplicado no Ensino Superior. Fiz parte da organização do livro junto com as pesquisadoras Lúcia Pereira Leite e Sandra Eli Sartoreto de Olibeira Martins.

Temos agora o livro  disponível como recurso eletrônico em formato pdf no link do nosso projeto.

http://www.acessibilidadeinclusao.com.br/producoes/publicacoes/organizacao-de-livros/

Agradecemos a todos os autores!

Ver o post original

Produção de recursos de acessibilidade por pessoas “sem deficiência”

185cientoochentaycinco

Como produzir recursos de acessibilidade com qualidade para pessoas cegas ou surdas sem que tenhamos a mesma deficiência? Esta questão sempre é levantada em nossas pesquisas, seminários e nas produções que realizamos no nosso grupo de pesquisa MATAV (Mídia Acessível e Tradução Audiovisual).

Parte de minha pesquisa de Pós Doutorado na Universitat Autònoma de Barcelona (UAB) foi centrada em conhecer pesquisadores na área de Tradução Audiovisual & Acessibilidade e debater com eles questões teóricas e práticas que são bastante polêmicas atualmente. Tive a oportunidade de entrevistar dois docentes que atuam de forma bem dinâmica em Tradução Audiovisual na Europa. As entrevistas serão publicadas em periódicos brasileiros, a primeira já no mês de setembro com Anna Matamala e a com Pablo Romero-Fresco será publicada um pouquinho mais para frente.

ANNA MATAMALA - UAB - Barcelona

A Profa. Dra. Anna Matamala é minha supervisora aqui na UAB, tem uma carreira extensa como tradutora para dublagem em canais da TV Catalã…

Ver o post original 455 mais palavras

Jovens guias em Portugal

185cientoochentaycinco

image.jpegViajar nos finais de semana faz com que tenhamos novas experiências sempre. Em Lisboa há uma equipe de jovens que ficam em estações de comboios para ajudar turistas na compra de bilhetes e em questões turísticas. Falam muito bem inglês e são extremamente gentis. Eles me contaram que ganham uma ajuda da prefeitura. São alunos de ensino médio e universidades.Bem bacana!

Ver o post original

Chamada de Trabalhos Livro MATAV

chamada_de_trabalho

matav_marca-01

Nesses três anos de história do MATAV, realizamos muita coisa: estudos de teorias e técnicas, cursos e oficinas, produtos, áudio descrições, legendagem para surdos e ensurdecidos, dois eventos próprios, construímos um blog e uma página no Facebook.

Chega, então, o momento de registrar nossas produções. Por meio desta circular, abrimos oficialmente a chamada para trabalhos de nosso primeiro livro do grupo MATAV.

O livro deve ser composto por capítulos que abordem discussões teóricas e práticas sobre a produção acessível para pessoas com deficiências auditivas e visuais.

O convite é feito especialmente para os colaboradores do MATAV que estiveram envolvidos nos projetos desde seu início, mesmo que hoje não façam mais parte oficialmente do grupo. A ideia é que a memória de nossos projetos e discussões seja registrada.

Convidamos com muito prazer também colaboradores externos (docentes, pesquisadores, profissionais da área de acessibilidade etc.), que mesmo que não sejam do grupo, atuem na área de acessibilidade audiovisual, entretenimento e cultura.

Informações completas com prazos e formatação dos textos em anexo (pdf)

Chamada para elaboração de capítulos do livro do MATAV

DATAS IMPORTANTES

-Envio do resumo capítulo: 05/07/2016

– Envio do capítulo completo: 15/08/2016

– Publicação livro: até final de 2016 ou primeiro semestre de 2017.

Encaminhar o resumo para Lucinéa Villela, e-mail lucinea@rocketmail.com